12 de março de 2010

Chicago - Broadway


Pela primeira vez pude assistir a um musical na Broadway e o escolhido foi "Chicago" de John Kander no Ambassador Theatre de New York.

As protagonistas do musical são as assassinas Velma Kelly (Terra C. MacLeod) e Roxie Hart (Michelle T. Williams). Velma é uma estrela de vaudeville cujo status de celebridade apenas aumenta após assassinar à sangue frio o marido adúltero e a irmã Veronica - a amante dele. Roxie é uma dona-de-casa que sonha em se tornar uma cantora famosa. Quando assassina seu amante Fred, que a enganou para poder manter relações sexuais com ela, é mandada para a penitenciária feminina onde conhece Velma. Cenário é a Chicago de 1920.

Um misto de exímios atores, bailarinos (entre eles Jason Patrick Sands que dá um show de talento, interpretação e total entrega ao papel), coreógrafos, cantores e uma produção técnica impecável!

Interessante como no inconsciente coletivo a vilã quase sempre é bonita, mas certamente perigosa! Como se ser bela fosse um passo para ser má! Não é à toa que as pessoas dizem popularmente: "é tão bela que dói". A beleza realmente incomoda e as pessoas esteticamente belas acabam desenvolvendo seus mecanismos de sobrevicência - assim como os esteticamente feios desenvolvem os seus de defesa. Tratado com muito humor negro, o musical é capaz de nos arrebatar visceralmente quando brinca com valores tão fortes e arraigados em nosso âmago. Satiriza a imprensa que busca pelo escatológico, pelo trágico e pelo cruel. Questiona até onde as pessoas podem ir para conseguir o que querem.

Sai do teatro pensando nos musicais que já assisti no Brasil, um deles o inebriante "Fantasma da ópera"... estamos perto, até porque nosso histórico de teatros musicais é muito recente!!!!! Falta treino, falta técnica apurada, falta deixar a criança crescer!

Inesquecível!

Um comentário:

Agradeço o seu comentário, é sempre bom exercitarmos a nossa melhor e mais eficiente qualidade: comunicação!
Forte abraço,
Flávio