1 de fevereiro de 2010

Nine


Um show de cores, brilho, luzes, fantasia, angústia, medo, paixão, dor, arrependimento... é assim a vida de Guido Contini (Daniel Day-Lewis em uma magnífica interpretação!) narrada com o sabor único das reminiscências de uma criança que se torna um adulto viciado em sexo e cigarro. Um vulcão de ideias pronto a entrar em erupção, mas que se perde em sua solidão doentia.

NINE (Nine, EUA/Itália 2009) é um filme à moda italiana (o tão batido 'italian way of life'), onde a mãe (Sophia Loren, ainda majestosa!) ocupa o papel central na vida do filho que fora educado religiosamente, mas que encontra no sexo, no cigarro e no teatro a sua grande paixão. Retrata o mundo psicológico de um ser angustiado, sofrido, mas que não deixa de ser uma criança. Busca em todas as mulheres que ama, a figura da própria mãe - mais Freudiano impossível! Torna-se cruel quando busca satisfazer seus prazeres carnais.

Um hall de grandes estrelas enche nossos olhos com suas habilidades coreográficas e vocálicas: Marion Cotillard, Penélope Cruz, Nicole Kidman, Judy Dench, Kate Hudson, Stacy Ferguson.

Certamente o mérito maior vai para a direção de Rob Marshall que conseguiu extrair profunda e majestosamente o melhor de cada ator, de cada gesto e de cada tomada.

Ponto para o cinema musical contemporâeno!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço o seu comentário, é sempre bom exercitarmos a nossa melhor e mais eficiente qualidade: comunicação!
Forte abraço,
Flávio