2 de outubro de 2009

Você tem cheiro de que?




O cheiro natural de uma pessoa certamente não é um cheiro essencialmente agradável – para isso criamos os perfumes. O hálito natural também não é confortável – para isso existem os inúmeros cremes dentais, enxaguantes bucais, balas etc. As excreções então, nem merecem comentários. O ser humano é um ser que fede, que exala mau cheiro e tem péssimos hábitos alimentares. Aqui nem discuto apenas as questões de higiene pessoal.

A filosofia indiana diz que podemos analisar os chakras* de uma pessoa pela situação (cor, aparência, odor etc) que ela deixa o prato após a refeição. Quanto mais sujo ficar o prato, mais ‘impura’ é a alimentação e consequentemente mais sujos são os seus canais energéticos. De forma que, esta filosofia favorece a ingestão de legumes, verduras, frutas e hortaliças em geral – sempre tão coloridas, mas ao mesmo tempo tão ‘limpas’.

Menos de 5 minutos de caminhada, pude sentir diferentes odores. Alguns me incomodaram muito, outros consegui abstrair. Andei e fui sentindo pelo caminho: um fumante que mais parecia uma maria-fumaça (cigarro me sufoca e me dá dor de cabeça!); uma pessoa suada e insuportavelmente fedida passando; a marginal com seus fedores de esgoto típicos; uma mulher e seu perfume ‘vencido’; uma barraquinha de churrasquinho de gato (desculpem-me os onívoros, mas carne para mim tem um cheiro horrível!); pastel frito (eu amo pastel, mas convenhamos, o cheiro de óleo aquecido e tetra-utilizado é nojento!)... e podem até duvidar, mas até cheiro de cachorro molhado eu senti – mesmo sem ver nenhum.

E se você pensar: onde ele estava andando? Eu te digo, Vila Olímpia, uma região recheada de empresas e escritórios de luxo, bares e restaurantes chiques. Tudo bem que eu estava indo para a Universidade, depois de um dia todo de trabalho (imagino que a maioria das pessoas também tenha trabalhado), mas tenho absoluta e total garantia que eu estava ‘cheirosinho’. Sem trocadilhos!

Ah, nada como o meu Egoiste Platinum da Chanel.



* Chakras são, segundo a filosofia Yôga, canais dentro do corpo humano (nadis) por onde circula a energia vital (prana) que nutre órgãos e sistemas. Existem várias rotas diferentes e independentes por onde circula esta energia. Os chakras são os pontos onde essas rotas energéticas estão mais próximos da superfície do corpo.

Um comentário:

  1. Flávio!

    Consegui chegar aqui e me deparar com esse banquete condensado, cultivado de SENSIBILIDADE SÁBIA!
    Que cultiva e fértil é tua mente.
    Sempre presente
    Em cada passo encontra ritmos, notas e compaços
    Compõe linda melodia
    Das coisas do dia a dia
    Retrata com palavras e nem precisou de Flasch!
    Amei a alimentação saudável
    E o útimo perfume escrito.
    Deixa o feio bonito
    Assino cada palavra tua
    Que também acredito.

    Aplausos para o amigo
    É bom demais estar contigo
    Nesses abrigos
    Que tornam AGENTES
    DIFERENTES!
    Parabéns!
    Cenira

    ResponderExcluir

Agradeço o seu comentário, é sempre bom exercitarmos a nossa melhor e mais eficiente qualidade: comunicação!
Forte abraço,
Flávio