27 de março de 2009

Fome



Alimente uma ilusão
Ela se concretiza
Alimente um sonho
Ele se realiza
Alimente um sentimento
Ele reproduz
Alimente um rancor
Ele dilacera
Alimente um olhar
Ele fere
Alimente um sorriso
Ele prospera
Alimente um não
Ele responde
Alimente um talvez
Ele se oculta
Alimente um sim
Ele concorda
Alimente o amor...
... que por si só é destrutivo!

19/10/2000

Um comentário:

  1. Flávio amigo querido!

    Tua Poesia é do ano 2000
    De todas palavras escritas
    Uma gritou bem alto
    Que foi o grande salto
    Para aqui encontrar-se.

    PROSPERA

    Prosperou e continuar a PROSPERAR.
    Segues fiel a teu desejo!!!
    Parabéns!

    Um abr. logo retorno para me deliciar em tua RECONSTRUÇÃO.
    Cenira

    ResponderExcluir

Agradeço o seu comentário, é sempre bom exercitarmos a nossa melhor e mais eficiente qualidade: comunicação!
Forte abraço,
Flávio