1 de dezembro de 2008

SC: Santa Catástrofe



Catástrofe:
■ substantivo feminino
1 acontecimento desastroso de grandes proporções, ger. relacionado a fenômenos naturais, que provoca morte e destruição

Impossível não se abalar com os acontecimentos que têm assolado a Região Sul, mais especificamente Santa Catarina. Fico pensando o tempo todo nas pessoas desabrigadas, crianças tristes, vidas perdidas... Acordar um dia sem ter onde morar, perder tudo e todos! Como seria isso? Qual sentimento nos apossa esta hora? Um Estado com nome de santa, mas com punições de apocalipse!

Estou muito comovido com a atitude o nosso país. As pessoas estão sendo sólidárias. As televisões, pelo menos, estão fazendo um jornalismo útil e voltado para o lado humano da situação - óbvio, aproveitando para fazer também o que sabem fazer bem: sensacionalismo!

Uma coisa é notória: não estamos preparados para enfrentar grandes catástrofes naturais! Nunca tivemos terremotos (salvo raros abalos sísmicos de pequena escala), nunca tivemos furacões (salvo alguns pequenos ventos de correntes), nunca tivemos ataques terroristas (salvo atos de vandalismo, sequestro e crimes hediondos), nunca tivemos vulcões em atividade (salvo o calor insuportável em algumas regiões do norte/nordeste)... mas ainda falta treinamento nas escolas para aprendermos a lidar com grandes catástrofes, principalmente as de origem natural.

Alguns afirmam que somos um país abençoado. Por um lado têm razão, mas por outro, eu me pergunto: abençoado por que?
Quando viajamos para a Europa, por exemplo, percebemos um povo que tem muita cultura, muita tecnologia e muita oportunidade de vida, mas carecem em sua totalidade de algo que nos sobra: calor humano! Isso não se aprende, não se adquire... isso vem com nossos códigos genéticos! Está em nosso sangue, nosso ser e na nossa alma!

Parabéns a cada um que doa o seu tempo/dinheiro da forma que pode, são atitudes assim que nos fazem ser um povo diferente, caloroso, humano e, acima de tudo, SOLIDÁRIO!
E você, o que tem feito?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço o seu comentário, é sempre bom exercitarmos a nossa melhor e mais eficiente qualidade: comunicação!
Forte abraço,
Flávio