12 de agosto de 2008

Tecnologias: o ovo ou a galinha?











Estive pensando sobre o mundo tecnológico no qual hoje vivemos. Automaticamente me veio à mente a imagem de um mundo SEM tecnologia, similar ao nosso passado recente - afinal de contas o microcomputador surgiu na década de 40. Reflito: "Como conseguimos viver tanto tempo sem celular, cartão de débito, internet, microondas... etc?"

Continuei pensando inquietamente... e ainda não cheguei a uma conclusão satisfatória.
Criamos a tecnologia por que precisamos dela ou precisamos dela por que a criamos?

Podemos brincar. Vamos imaginar um dia inteiro (só um dia) sem usar nenhum tipo de tecnologia. Seria possível? Ou nosso vício/dependência é maior que a nossa real necessidade?

Indubitavelmente com a tecnologia nossa vida melhorou, tudo ficou acessível, rápido, dinâmico, eficiente. Diminuimos a distância geográfica entre as pessoas, mas também aumentamos o vazio entre elas. Com um clique transferimos milhões de reais, mas um toque físico e um sorriso valem mais. Obtemos qualquer tipo de informação, mas oferecer um ombro a quem precisa ficou raro. Compramos qualquer coisa sem levantar da poltrona, mas um aperto de mão e um agradecimento são insubstituíveis.

Eu continuo pensando... sou um adepto inquestionável da tecnologia - isto é um fato, mas por trás deste comportamento eu posso estar querendo suprir/compensar alguma coisa. Ou seria apenas esta curiosidade natural de todas as pessoas?

E você, o que pensa disso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço o seu comentário, é sempre bom exercitarmos a nossa melhor e mais eficiente qualidade: comunicação!
Forte abraço,
Flávio